domingo, 12 de fevereiro de 2012

Nossos desejos e querer




Desejamos o que está fora de nós, o que, muitas vezes, está distante do nosso alcance. 
Neste sentido conduzimos nosso querer, nossos sonhos, escolhas... e esquecemos o que efetivamente nos pertence e é só nosso. Ausentamo-nos do nosso lugar comum, não nos buscamos, nem nos queremos com a mesma força e desejo com que queremos ‘coisas’... 
Por aí, inevitavelmente, nos tornamos “coisas”... (nos tornamos coisas embrulhadas em coisas, coisas querendo coisas, coisas consumindo coisas...).

 [Usee]



Nenhum comentário:

Postar um comentário