terça-feira, 3 de abril de 2012

A Luz me fez ver...




Somos moldados como individualidades, supostamente "conscientes”... 

Mas o que "aparentemente" somos, o que temos, o que fazemos, o que desejamos, o que queremos, etc., recebe do meio em que vivemos sua influência, e se sobrepõe a nós...

Meu pensamento sobre mim, fazia-me crer que eu “era” minha pessoalidade, que meu jeito de ser traduzia o meu Ser, e que eu era, por (e em) essência, o conjunto de todos os valores que eu acreditava e observava, e o conjunto das impressões que “passava” aos outros.

A Luz que incidiu sobre minha consciência, sobre meu "eu" me fez  ver que, os valores que determinavam minha pessoalidade e individualidade, os padrões e modelos que determinavam meu jeito de ser, apenas “encobriam” meu Ser e me afastava de minha essência...

O caminho do meu Ser era/é outro...
Cabia/cabe a mim buscá-lo...!


Usee

Nenhum comentário:

Postar um comentário