sábado, 14 de abril de 2012

Nossa fragilidade...


Google Imagem
                                                  

Ao longo de nossa existência, dificilmente nos damos conta que somos parte de um Todo. Não nos damos conta de que não estamos a sós no mundo, que outras existências (existentes) estão aqui, do lado, atrás, na frente...

Quase nunca (quem sabe nunca) paramos para compreender a razão e o sentido de estarmos aqui.

Aí reside nossa arrogância:
Pensamo-nos únicos, especiais, magnânimos...

A corporeidade (materialidade), razão (racionalidade) que possuímos (as razões que nos damos e achamos suficientes quando nos pensamos assim), bem como as formatações que recebemos, distancia-nos do nosso Ser e nos ilude que somos eternos...

Esquecemo-nos nossa finitude, agimos como se fossemos eternos em nossa existência corpórea... As consequências disto, é certo, ignoramos...


Usee


Nenhum comentário:

Postar um comentário