terça-feira, 8 de maio de 2012

Há um horizonte, e há um caminho...


Google Imagem



Há um horizonte
e há um caminho...

O horizonte é o do Ser,
seu caminho é o verdadeiro caminho.

Porque então tomamos os atalhos,
se estes nos desviam do horizonte
e de seu verdadeiro caminho?

Nossos interesses e questões
nossas prioridades, apegos e resistências,
mostram-nos um falso horizonte,
transformam-se em valores
aos quais passamos a observar e acatar,
e pelos quais nos deixamos guiar e alienar.

Entregues e guiados por tais valores
desviamo-nos do horizonte do Ser,
anulamos o sentido de nossa existência...

Usee



Nenhum comentário:

Postar um comentário