quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Consciência atenta...





É uma razão conscienciosa que devemos cultivar, sob pena de deixar prevalecer à razão que atua ‘apenas’ sob/sobre “suas razões”.

Aliás, é preciso dar à volta nesta razão, sobrepondo-a com o coração...

Que nossos pensamentos e sentimentos sejam dirigidos por uma consciência atenta, capaz de perceber, discernir e atuar com sabedoria, diante das limitações, entraves e desvios que se impõe ao caminho do SER...!

Que, uma vez atentos, possamos agir com entendimento, a fim de reintegrar-nos ao nosso lugar comum... no TODO!

Usee



Nenhum comentário:

Postar um comentário