sábado, 25 de agosto de 2012

"equilibrio" exige esforço...



Quando “nossas questões” falam mais alto, é porque damos demasiada importância a um “dado sentimento” ou situação (ou a nós mesmos). 

[Disso eu sei! Conheço as consequências!]

São os artifícios, produzidos pelo ego, provocando as reações que afetam aos outros e a nós próprios... Nessa ocasião o outro fica refém de nossas ações e reações, seja como “alvo”, seja como produtor dos (supostos) motivos que gerou desequilibrio...

O que nos cabe, diante disso?

* Buscar em nós mesmos os motivos dessa força que desequilibra, identificando sua causa, a fim de saná-la.

* Estar ciente de que o equilíbrio exige esforço, coragem, determinação, controle das emoções (autocontrole), atenção para com certos pensamentos, persistência...

Se desejo estar no caminho, em Verdade e Luz, límpida e com  vigor, devo, com entendimento, silenciar-me, escutar-me, rever-me, reservar-me, equilibrar-me...

Este é o propósito que me dou e que tenho acatado em meu interior, a fim de cumprir o que cabe a meu Ser.

Usee



Nenhum comentário:

Postar um comentário