domingo, 8 de junho de 2014

"Grandeza de Deus na Criação"

                                                      Postagem original em 16.09.2012


"[...] O SOL contempla todas as coisas que ilumina;
as coisas que DEUS, pela CRIAÇÃO, consolidou.
ELE sonda o abismo e o coração humano
e penetra os seus pensamentos mais sutis,
[...], conhece tudo que se pode saber.

Ele ver os “sinais dos tempos” futuros,
anuncia o passado e o porvir,
descobre os vestígios das coisas ocultas.
Nenhum pensamento lhe escapa,
nenhum fato se esconde a seus olhos.

Ele enalteceu as maravilhas de sua Sabedoria.
[...] Nada se pode acrescentar ao que ele é,
nem nada lhe tirar [...].




Como são grandiosas as suas obras!
E todavia, delas não podemos ver mais que uma centelha.
Essas obras vivem e subsistem para sempre,
em tudo que é preciso, todas lhe obedecem.

Todas as coisas existem duas a duas, 
uma oposta à outra;
Ele nada fez que seja defeituoso
Ele fortaleceu o que cada um tem de bom.

[...] O firmamento nas alturas é a sua beleza,
o aspecto do Céu é uma visão de gloria.

O Sol, aparecendo na aurora anuncia o dia [...].
Grande é o Senhor que o criou;
por sua ordem, ele apressa seu curso.

A lua é, em todas as suas faces regulares,
a marca do tempo e o sinal do futuro [...].

O brilho das estrelas faz a beleza do céu;
O Senhor ilumina o mundo nas alturas [...].

Observa o arco-íris e bendiz aquele que o fez,
É muito belo no seu esplendor.
Faz a volta no céu num círculo de glória:
São as mãos do altíssimo que o estendem.

[...]
Quem poderá contar o que dele viu?[...].
Só vemos um pequeno número de suas obras.
O Senhor fez Todas as coisas [...]".


Fonte:  Eclesiástico: 42; 16-26 e 43.
Bíblia Sagrada


Nenhum comentário:

Postar um comentário