segunda-feira, 8 de abril de 2013

O mundo e nós...


Postagem original em 05/09/2012

Se estivéssemos livres de receber as formatações e influências do mundo, de viver segundo seus valores; reproduzindo-os, nossa condição de humanos estaria superada, seríamos perfeitos, não estaríamos mais aqui...

É somente nesta existência intra mundana que podemos ser sacudidos, reconhecer nossas fraquezas e limitações, dar-nos conta de que há outro caminho e nos determinando a ele!

Porém, individualmente, isolados do mundo, voltados apenas para nós mesmos, não é possível fazê-lo, nem “reconhecer-nos” interiormente para viver essa interioridade.

Necessitamos de ser afetados pelo mundo, pelas várias situações, pelo sofrimento, pelos desafios... Precisamos ser abalados em nossa condição de “humanos”; ser acordados para nossas limitações, quando entregues aos valores materiais, às situações do mundo, aos meios, etc. 

Só por aí podemos reconhecer nossas fraquezas enquanto matéria e nossa fortaleza enquanto Ser Espiritual.


Reconhecer-nos enquanto Ser é consequência da consciência que passamos a ter, quando “acordamos”. 

Aperceber-nos e reconhecer o que nos cabe como parte do Todo (como parte da Criação) é uma questão de entendimento...

Viver segundo este entendimento, cônscio e sensatamente, é uma questão de atitude interior; que nos é devido e cabido...

Usee


Nenhum comentário:

Postar um comentário