quinta-feira, 14 de março de 2013

Íntimo anuviado...


Publicado pela primeira vez em 19.10.2012

Quando não perdoamos os outros 
e igualmente não nos perdoamos,
revendo e observando nossas atitudes, 
comportamentos, sentimentos, ações e reações,
é sinal que nos mantemos em vibrações densas
e que submetemos nosso Ser a uma onda que,
de tanto se propagar, 
transparece nosso íntimo anuviado,
suspeito, desconfiado, envolto (ainda) 
pelo efeito de situações dolorosas
que sofremos ou provocamos, 
nesta ou noutra estada no mundo.



Se, voluntaria ou involuntariamente, 
carregamos e reproduzimos nossas marcas,
em atitudes e comportamentos,
é porque não nos sabemos (reconhecemos) intimamente;
é porque estamos (ainda) distantes do nosso Ser...

Usee


Nenhum comentário:

Postar um comentário