domingo, 7 de julho de 2013

Ser Luz na LUZ (Revisto)


                                                            Postagem original em 26.05.2013














O chamado da Luz é dado interiormente ("o despertar pela consciência"...), é percebido e reconhecido interiormente..., pois é aí que Ela se faz presente a espera da decisão de cada um: em sê-la 'no mundo', efetivamente.

Antes, como agora, o que foi/é anunciado/ propagado, não foi/é novidade ou voga, é a Verdade mais substancial e essencial que podemos experimentar para deixar fluir de nós, refletindo-a...

Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida. (João 8.12).

Jesus reconheceu-se como Luz, viveu segundo a Luz, refletiu-a, foi/é exemplo e nos convidou/convida a fazer o mesmo (“quem me segue...”)... Convidou/convida-nos a fugir das trevas (exterior e interior), a reconhecer nossa própria Luz (a Luz Eterna que há em cada um), para viver segundo Ela, refletindo-A:

Vós sois a Luz do Mundo [...]. Brilhe vossa Luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos Céus”. (Mateus 5. 14-16).

É a Luz que faz ver e perceber a Verdade e o Amor do Pai, presente, refletido e manifesto em toda Criação, que nos faz (também, entre a Criação) ser exemplo.

Nossas “boas obras” são o reflexo da atuação da Luz em nós e através de nós: o perdão, o respeito, a bondade, amorosidade, simplicidade, etc.:

“... O teu olho é a lâmpada do corpo. Se teu olho é são, todo corpo será bem iluminado [...] Vê, pois, que a Luz que está em ti, não seja trevas. Se, pois, todo o teu corpo estiver na luz, sem mistura de trevas, ele será inteiramente iluminado...”. (Lucas 11. 34 – 35).

Somos chamados ao despertar (o tempo inteiro), ao reencontro com a Luz, para conectar-nos a Ela e fugir das trevas...

Quando respondemos ao chamado nosso modo de ser e de 'viver' só pode ser um (não cabendo mais ser diferente),  só nos cabe estar em consonância ao que Ela nos revela e faz ver: que somos Luz na LUZ (nunca fora dela)!

Outrora éreis trevas, mas agora sois Luz no Senhor: comportai-vos como filhos da Luz. E o fruto da Luz é a Bondade, Justiça e a Verdade... (Epístola aos Efésios 5. 8-9).



Usee


Nenhum comentário:

Postar um comentário