quinta-feira, 18 de julho de 2013

De que adianta?


Imagem: Aleh

De que adianta ter ouvidos e não escutar, ter olhos e não ver, poder falar, falar,  e nada (ou não) compreender?

É por escutar, ver e falar sem compreender verdadeiramente, que nos limitamos, ignoramos e nos entregamos à promiscuidade* e volatilidade do mundo – no modo de ser e estar, viver e agir –, que nos perdemos de nós mesmos e do sentido mais fundamental da existência, embotando o coração e limitando a consciência ao “bel prazer” da ‘voga’, da conveniência, do interesse, etc.

Fruto de nossa permissão! Tudo isto porque permitimos!

E esta permissão, como diz o ArqueiroHur**, “vai crescendo como uma bola de neve, ocorrendo pelas nossas posturas diárias, que são calcadas nesta ignorância, na ganância (desejos, quereres, caprichos, sonhos...); na presunção (carência, soberba, prepotência...); na soberba ‘do tudo poder’ e ser imune...”.

Alguém há retrucar: mas eu escuto, vejo, falo, compreendo e sou consciente dos meus atos! Certamente! Mas, dentro de qual padrão escutas, vês, falas e compreendes? Ou, perguntando de outra forma: o que é que escutas, vês, falas e compreendes? O que está por trás, movendo esses atos? Sabes, ou imaginas saber? 

São perguntas que  devem ser feitas o tempo inteiro, como forma e condição de revisão e reparo!

E é necessário buscar a resposta no mais fundo de si, para saber, efetivamente, escutar, ver e falar. Para compreender e assumir o compromisso para consigo, de libertar o coração dos grilhões que lhe é imposto através das permissões. Para expandir a consciência no sentido de uma vida digna, íntegra e simples, dirigida pelo Amor e condizente com a Vontade Divina  – Vontade que a Criação evidencia e revela, que o coração dar a conhecer...

Usee

NOTAS:
* Promiscuidade” aqui tem a ver com a confusão e desordem a que submetemos nossa vida, pelas atitudes que tomamos. Posturas, escolhas, comportamentos..., que ilude e anarquiza nossa existência diante da Ordem Divina.
** ArqueiroHur. Permissões. http://arqueirohur.blogspot.com.br. Postado em:17.07.2013.


Nenhum comentário:

Postar um comentário