sábado, 6 de julho de 2013

"Impor-se - pela doçura e pela bondade"


Imagem: Usee


Vigiai bem o vosso comportamento na vida quotidiana. Se vos julgais fortes e competentes – e é possível que o sejais de facto, o que é ótimo –, não procureis impor-vos com o pretexto de que precisais ser reconhecidos.

Por quê? Porque suscitais nos outros o desejo de vos fazerem frente. De início, talvez eles fiquem impressionados e vos respeitem, ou até vos temam... Mas, enquanto pensais que impusestes a vossa autoridade, eles, em segredo, farão tudo o que puderem para arranjar armas contra vós. E esse desejo foi suscitado neles por vós, pois eles estarão a seguir o vosso exemplo.

Aquele que ostenta a sua força desperta nos outros o instinto de agressividade. Não se tem a noção de todos os meios que as pessoas são capazes de pôr em ação quando um superior, ou alguém que se julga superior, as humilhou com uma atitude de desprezo, um tom autoritário, palavras que ferem.

A verdadeira autoridade, obtê-la-eis cultivando a bondade, a doçura, a paciência.

Talvez os outros comecem por interpretar mal a vossa atitude pensando que sois incapazes, fracos, e tentem abusar da situação. Mas, se perseverardes, em breve eles serão obrigados a reconhecer a vossa autoridade e as vossas competências, e então conquistareis não só o seu respeito, mas também a sua amizade.


Omraam Mikhaël Aïvanhov


Nenhum comentário:

Postar um comentário