sexta-feira, 5 de julho de 2013

Quem dá um passo e se põe a caminho aprende a humildade e a simplicidade...

Imagem Aleh

Você aprendeu a olhar, observar, perceber e compreender o que se passa a seu redor? Sentiu a necessidade de parar, se rever, meditar, orar, contemplar, agradecer...? Começou a ter entendimento sobre si e sobre o propósito de estar aqui? Aprendeu a perdoar a si e aos outros, a rever seus conceitos, a romper com padrões, conceitos e hábitos aprendidos, cujo sentido não faz eco com seu Ser?...

Ah! Mais que isso?! Recebeu “orientações”, “adquiriu ‘consciência’”, estudou, “praticou e pratica a espiritualidade”, tem trabalhado sobre si e procurado dar exemplo...! Muito bem! Mas, você apenas deu um passo e se pôs a caminho. E isto não te faz melhor que ninguém nem te dá o direito de olhar o outro “de cima”, de julgá-lo e de julgar-se superior. Quando isto acontece, você retrocede, se esquiva, cai...

Quem dá um passo e se põe a caminho aprende a humildade e a simplicidade em primeiro lugar. E aprende que deve fazê-lo continuamente, todos os dias, a todo instante, sobretudo para saber se colocar diante dos outros; diante de Toda Criação, com respeito, amorosidade e compreensão.

Sabe que o nível a que chegou não pode ser comunicado, senão pela postura que se assume: de humildade e simplicidade, de coerência e respeito.

Além disso, reconhece e compreende a atuação de seu Ser através dos passos que dá. Sendo assim, não se envaidece, arroga ou auto propaga, mas se doa como instrumento, como horizonte, como meio para tal (para o Ser atuar). Se faz sabido e observado em seu modo de ser, no que faz, no que realiza e no agir.

Usee



Nenhum comentário:

Postar um comentário