terça-feira, 13 de agosto de 2013

Reconheçam filhos, vossas limitações e condição!


Imagem: Aleh


Filhos, sabeis e compreendeis a origem das palavras e falas que costumas somar à vossas atitudes e orientar vossas realizações? Palavras nada poderão dizer ou significar, se não brotarem do Coração e aí ganharem assento. 
  
E vosso coração é sondado, escutado e conhecido, ainda que não saibas ou compreendas.

Testado ele não é, nem será, porque é conhecido e reconhecido, antes mesmo que sintas o que brota de vosso interior. Não podeis sondar-vos a vós mesmo, do mesmo modo que não podeis precaver-vos de vossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações.

O arbítrio que vos cabe sobre estes, só é exercitado na eminência de experiência-los e vivencia-los. Ainda assim, vos foge à compreensão o pensar, o sentir, o pronunciar, o agir, vosso e dos outros.

Podeis apenas perscrutar sua origem e buscar repará-los, revendo, observando e comedindo-vos, segundo o vosso sentir; segundo a Voz (comando) do vosso Ser.

Vosso ego busca e buscará razões, motivações, motivos para dar vazão às somas... Porém,  é vão o que arriscas afirmar, o que se põe a afirmar, sobre o que vem de vós ou dos outros.

Como esperar que os de fora coincidam com vós e correspondam ao que esperam?

Como esperar compreender-vos e compreendê-los?

Como esperar ter comando sobre vosso impulso interior e sobre o dos outros?

Cada um guarda em si o universo do seu Ser e encerra o mistério de ser, segundo um propósito plasmado, que não vos cabe desvendar ou compreender.

Nada que está na origem lhes é dado saber ou compreender! Então, porque especular e até propagar o que é mistério para vós?

Reconheçam filhos, vossas limitações e condição!

Eximam-se de juntar e somar palavras, quando estas não ganharem eco e assento em vossas atitudes e coração! Observem os pensamentos, sentimentos e ações que promovem a separação. 

Estejam vigilantes sobre vós! 

Com infinito amparo!

Um Ser de Luz

Por Usee

Nenhum comentário:

Postar um comentário