sexta-feira, 13 de março de 2015

Ser e existir (II)

                                       Postagem original em 08.03.2014
Imagem: Usee




Cada ser humano, na medida em que se entende no mundo, sabe o que é, sabe que existe, mas apenas superficialmente e na superficialidade; a partir de suas crenças e de determinados conceitos...

Apenas pela descoberta de si, na intimidade consigo e através da consciência é que tem a clareza de sua relação com o Todo, é que se dá conta de que "é" seu Ser; manifesto/revelado na e pela existência.

É a consciência que revela o Ser de (e a) cada um, é ela que nos reúne ao Todo e nos faz ser um-com-os-outros. Mas este é/tem sido um fato tão ignorado, tão desprezado e tão negado...

Enquanto desprezarmos esta realidade, tão necessária de ser entendida, deixaremos nos  envolver e dissolver nas condições em que nos encontramos...

Falta-nos o entendimento de que a existência só goza seu sentido mais profundo, quando reflete a integridade do Ser; a integridade de todo e qualquer ser, no seu modo de ser no mundo...

No humano, existência e integridade andam quase sempre separadas, por isso, há o abandono de si e o desprezo pelo outros, manifesto no egoísmo e no desamor.


Usee

terça-feira, 10 de março de 2015

Razões do Coração, razões da razão.




É preciso aprender,
 a sentir e observar,
as razões do Coração.
E por elas se permitir guiar;
sem temer, sem vacilar...

As razões da razão;
da mente mirabolante,
é preciso observar,
não se confundir, seduzir, iludir...
e deixa-las passar,
como tempestade de verão.


Usee

Quem se mede, se ignora...

                                          Postagem original em 08.02.2013
Foto: Aleh

Quem se mede;
a si e a sua “consciência”,
quer diante dos outros,
quer diante do Todo,
é porque ainda se ignora,
enquanto Ser 
e enquanto consciência...

Usee